Perguntas freqentes


Quanto custa estudar?

Preciso de visto prévio?

Como me informo sobre as instituições que ministram os cursos pelos quais estou interessado?

Quanto tempo terei que estudar para atingir um nível adequado de castelhano?

Posso estudar a distância ou pela Internet para obter um título argentino?

Posso trabalhar na Argentina enquanto estudar?

Quanto custa a hospedagem e alimentação?

Em meu país se reconhecem os títulos outorgados pela República Argentina?

Aonde devo ir se tiver problemas na República Argentina?

Tenho limitações para viajar pela Argentina?

O que posso fazer no meu tempo livre na Argentina?

O que devo saber sobre as drogas?

 

Quanto custa estudar?

As instituições universitárias nacionais geralmente não cobram taxa e para conhecer os custos das privadas você deve acessar nelas.


Preciso de visto prévio?

Somente no caso que não puder ingressar como turista. Consulte em Chancelaria Argentina.


Como me informo sobre as instituições que ministram os cursos pelos quais estou interessado?

Você pode achar esta informação em Cursos de graduação e de pré-graduação e Pós-graduações onde poderá acessar a partir de diferentes opções de acordo com suas necesidades


Quanto tempo terei que estudar para atingir um nível adequado de castelhano?

Isto vai depender de uma grande quantidade de fatores como seu idioma de origem e nível de conhecimentos já adquiridos no momento de ingressar ao país. Naturalmente o nível de entendimento para iniciar um curso ou uma pós-graduação difere do nível de comunicação que permite interaturar e se relacionar com as pessoas nas necessidades cotidianas. Para estudos universitários é possível estabelecer a necessidade de compreensão de textos e o grau de conversações com um nível de complexidade.

Mais informação.


Posso estudar a distância ou pela Internet para obter um título argentino?

Sim, é possível. Porém deve verificar atentamente que o título que lhe oferecem tenha a aprovação adicional que possui este tipo de modalidade, que se acrescenta à modalidade presencial, ambas outorgadas pelo Ministério de Educação.

Posso trabalhar na Argentina enquanto estudar?

Os estrangeiros contratados para trabalhar na Argentina deverão contar com visto de trabalho e residência legal no país.

As leis locais sobre imigração estabelecem três tipos de residência: permanente, temporária e transitória. Se você ingressou ao país como estudante ou turista deverá, uma vez dentro do país, iniciar os trâmites para obtenção de licença de trabalho e a residência.


Quanto custa a hospedagem e alimentação?

Em relação a este tema você achará informação mais detalhada em Custo da Vida en Argentina. Mesmo assim gostaríamos de lhe lembrar que há uma grande variação de preços na comida e hospedagem


Em meu país se reconhecem os títulos outorgados pela República Argentina?

Se você desejar realizar um curso universitário ou uma especialização que lhe outorgue um título deverá se dirigir às autoridades competentes do seu país. No entanto, se deseja cursar algumas matérias deverá verificar a existência de convênios entre a universidade Argentina que ministra o curso escolhido e alguma universidade de seu país.


Aonde devo ir se tiver problemas na República Argentina?

Com certeza seu país tem representação ma Argentina. Você pode consultar a seu governo ou em Chancelaria Argentina

Tenho limitações para viajar pela Argentina?

Uma vez que você ingressou no país em condições legais pode se locomover com total liberdade por todo o país.

O que posso fazer no meu tempo livre na Argentina?

As instituições universitárias estão insertas ou próximas a cidades com uma grande vida cultural, artística e esportiva. Assim mesmo, você pode viajar por via terrestre (através de estradas pavimentadas) e áreas por todo o território nacional e por transporte fluvial percorrer rios e lagos.

O que devo saber sobre as drogas?

São legais: o tabaco, o álcool, os fármacos, os químicos inalantes, os anabólicos e esteróides.

São ilegais e seu consumo está proibido por lei as seguinte drogas divididas em três grupos:

-Narcóticos: como a maconha e o ópio.

-Estimulantes: como a cocaína.

-Alucinógenos: como o êxtase.

Mais informação